• Post category:Sumário

Procurando informações sobre o que é DNS (Domain Name System – Sistema de Nomes de Domínios), então saiba que ele é um sistema que facilita toda a comunicação entre os homens e as máquinas.

Os homens utilizam nomes para se identificar, enquanto os computadores utilizam números. E o DNS surge no meio termo para fazer a combinação de nomes com os números que estão dentro de uma lista exclusiva.

Então, vamos lá aprender o que é DNS e como ele funciona?

o que e servidor dns

O Que É DNS?

O DNS é um sistema de banco de dados que estão distribuídos em uma rede no qual a principal função é fazer a tradução da solicitação de alguns hostnames, para então acessar números de IPs específicos que somente o computador (s) entende.

Então a informação sobre os hostnames, combinados com números específicos, são todos mantidos em um diretório, e que por sua vez esses diretórios são armazenados em servidores de nomes de domínio.

Como Funciona O DNS?

Agora que você já abe o que é DNS é muito importante também que você saiba como ele funciona, ele basicamente funciona aos passos, e dentro de uma estrutura de grupos DNS. Os primeiros passos iniciam com uma DNS Query. Que se trata de um pedido query por alguma informação.

Vamos supor que esteja navegando pela internet buscando por alguma coisa ou alguma informação, e claro que usando um navegador para isso. Então no navegador você irá digitar o nome de um domínio, por exemplo www.placardefutebol.com.br.




Então no início do processo, um servidor DNS irá procurar direto no filehost, que se trata de um arquivo simples de texto, que faz parte do sistema operacional que é o responsável por fazer o mapeamento  dos hostnames, até os endereços de IPs.

Caso ele não encontre nenhuma informação, ele vai direto buscar no cache, que se trata de hardwares ou softwares que armazenam informações temporariamente.

Os locais mais comuns paras se armazenar dados em cache com toda certeza são os navegadores de internet, e também os Provedores de Serviços de Internet (ISP – Internet Service Providers).

E o resultado desse passo simples então será obviamente que uma mensagem de erro, caso nenhum dado ou informação estiver disponível.

o que e e como funciona um servidor dns

O Que São Servidores De DNS?

De maneira bem objetiva podemos te dizer que um servidor DNS trata-se de um computador, onde o mesmo conta com um banco de dados, contendo endereços de IPs públicos, e também os seus respectivos domínios associados.

Não podemos deixar de mencionar que existem muitos deles, eles por sua vez executam softwares e também se comunicam entre si baseado em protocolos especiais.




 

Em suma, eles são responsáveis por fazer a conexão entre um domínio e um número de IP, que é a identificação do servidor onde o domínio está apontado.

Então podemos dizer que um servidor DNS é o sistema responsável por traduzir o website “dominio.com”, para um endereço de IP.

Conheça Alguns Tipos De Servidores DNS:

Agora que você já sabe o que é DNS, como ele funciona e o que são servidores DSN preparamos um breve lista com alguns servidores DNS, segue:

DSN Discursivo:

Imagine um caso onde uma query (solicitação) é enviada de forma repetitiva, então nesse caso um servidor pode solicitar a outros servidores para que atendam a solicitação em nome do cliente, que é o navegador.

Isso é conhecido de DNS Recursivo. Funciona mais ou menos assim: imagine ele como se ele fosse um agente que por sua vez trabalha bastante para conseguir com que cada solicitação de dados e informações seja respondida.

Então o esforço feito para conseguir essas informações inclui também chamar a ajuda do Root DSN Server.

TLD Nameserver:

Quando você precisar acessar o site do Facebook, ou do Google por exemplo, então você acaba acessando um domínio que termina com a extensão .com no final. Saiba que esse tipo de extensão é classificado também como de alto patamar.

Então, um servidor para esse tipo de domínio é chamado de TLD Nameserver, e ele por sua vez é o responsável por fazer todo o gerenciamento de todo tipo de informação de extensões de domínios comuns.

Dessa forma quando efetuado o pedido de informações sobre o site www.facebook.com, o TLD .com responderá à solicitação de um DNS resolver, referenciando assim um Servidor DNS Autoritativo. Também conhecido como Nome de Servidor Autoritativo. E saiba que esse é único servidor que possui recursos originais pra esse domínio.

Root Nameserver:

O Root DSN Server, também chamado de Root Nameserver é o nível mais alto de todos quando o assunto é hierarquia do DNS. Ele não conta com nenhum nome formal, e é intitulado como uma simples linha vazia implícita. Tente imaginar como se ele fosse um banco de referência, pode ser que assim você entenda bem melhor.

Na prática mesmo o DNS Recorrente irá repassar o pedido de acesso ao Root Nameserver, onde então o servidor dará a resposta a solicitação, e ainda informará ao agente para que ele vá a locais ainda mais específicos. Que se tratam dos nomes de domínios de alto escalão e de tipo TLD.

Nameserver Autoritativo:

Saiba que quando um DNS resolver encontrar-se a um nameserver autoritativo, então é quando tudo acontece, pois o Nameserver Autoritativo já tem todos dados e informações do nome do domínio no qual ele serve.

Então ele simplesmente poderá dar um resolver recorrente pro endereço de IP que o servidor por sua vez localizou no registro.




Tipos De Registros DNS:

Não poderíamos deixar de mencionar também quais são os tipos de registros DNS, que são eles:

  • A (Host): Trata-se de um registro básico de DNS, onde você poderá adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para;
  • MX (Mail Exchange): Esse é o registro para identificar o servidor que trabalha com o seu e-mail, onde você poderá adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para;
  • CNAME (Alias): O CNAME é um registro que serve como um alias para outro domínio, onde você também poderá adicionar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para;
  • TXT (Texto): O registro TXT é o que permite que você tenha informações em texto, onde você poderá também colocar um novo Host, TTL (Time to Live) e Aponta Para;
  • NS (Nameserver): Esse é o registro do servidor DNS, onde você pode também adicionar um novo Host, Valor TXT e TTL (Time to Live);
  • AAAA (Registro de Endereço IPV6): Esse é o A Record (Registro A), só que somente para protocolos IPV6, onde você poderá também colocar um novo Host, IPV6 e TTL (Time to Live);
  • SRV: Trata-se do registro para um tipo específico de dados em um DNS, onde poderá adicionar uma nova Prioridade, Peso, Nome, Porta, Aponta Para e TTL (Time to Live).

Rápida Conclusão:

Só para concluirmos rapidamente, o DNS trata-se então de um sistema de banco de dados, que estão distribuídos em uma rede, no qual a sua função principal é traduzir solicitações de alguns hostnames, para então acessar alguns IPs específicos que somente os computadores entendem.

Assim a informação e dados sobre os hostnames, combinados com os números específicos, são todos guardados em um diretório, e esses diretórios são armazenados em servidores de nomes de domínio.

E é isso, encerramos aqui tendo a certeza que você aprendeu o que é Domain Names System, ou DNS. Até a próxima 🙂

 

Aproveite e leia também:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.