• Post category:Tecnologia

Afinal, saber como escolher um notebook bom e barato, é mais difícil do que parece, pois existem milhares de modelos detalhados para escolher e a cada dia que passa novos modelos e versões são lançados.

 

Processador, espaço de armazenamento, tamanho e resolução da tela, memória RAM, placa de vídeo, entre outros. Acredite, esses recursos são importantes na hora de comprar um laptop.

 

A primeira coisa que você deve considerar é como você irá usar o seu aparelho, pois isso é fundamental na hora de escolher um dispositivo que tenha um bom custo/benefício (ou seja, atender às suas necessidades, independente de quais sejam, a um preço razoável).

 

Por isso criamos um guia passo a passo completo para ajudá-lo como escolher um notebook bom e barato para você.

escolher notebook barato e bom

Processador:

O processador é responsável pela coordenação de todas as ações do notebook , assim sendo, quanto melhor for o processador, melhor será o funcionamento do dispositivo, pois ele será mais rápido.

 

Atualmente, a maioria dos modelos possui processadores Intel Core i3, i5 ou i7. O processador Intel Core i3 é o processador mais simples de sua classe e é adequado para usuários que precisam usar tarefas básicas, como navegar na internet, assistir a vídeos em streaming e usar versões de arquivo leves de texto, tabelas e apresentações de slides.

 

Laptops equipados com Intel Core i5 já são muito adequados para usuários que precisam usar programas um pouco mais exigentes, como editores de fotos, planilhas e programas de cálculo mais complexos, e até mesmo alguns jogos mais pesados.

 

Bem, o processador Intel Core i5 também fornecerá maior velocidade de trabalho em tarefas simples.

 

O processador Intel Core i7 é o modelo da Intel mais avançado e o mais caro. Portanto, é adequado para usuários que realmente precisam de um poderoso poder de processamento para usar os programas mais pesados (como editores de vídeo e softwares de cálculos muito mais complexos).

 

Mesmo em cada categoria de processador, você encontrará diferentes gerações. Antes de 2018, os mais avançados eram os processadores Intel Core i3, i5 e i7 de 8ª geração, mas os modelos de 7ª e 6ª gerações estavam disponíveis também. Saber escolher um bom processador é essencial, por isso atente-se a essa dica.

 

Memória RAM:

O uso da memória RAM é feito em curto prazo para gerenciar programas carregados do HD ou SSD. Pense em sua mesa. Quanto mais tiver espaço sobrando, melhor é a organização, e você pode executar mais projetos ao mesmo tempo, certo?

 

Então é mais ou menos dessa forma que a memória RAM dos computadores trabalha, organizando os processos que o processador está processando.

 

Um note com 4 GB de RAM fornece memória suficiente para abrir os programas que são mais simples, como por exemplo, editores de texto, navegadores de internet e reprodução de vídeo.

 

Para evitar a desaceleração do sistema, idealmente, você deve abrir menos tarefas ao mesmo tempo.

 

Por outro lado, um laptop com 8GB de RAM possuem o melhor custo/benefício e é adequado para usuários que precisam abrir programas mais pesados, como por exemplo, programas de design, editores de fotos e, claro, a maioria dos jogos atuais.

 

Esse recurso também permite que você trabalhe com mais eficiência, mesmo se mais tarefas estiverem abertas ao mesmo tempo.

 

Agora, se você precisa de muito espaço para seus trabalhos, ou seja, deseja usar os programas mais pesados, como os editores de vídeo, softwares de cálculo ou engenharia com mais complexidade e os jogos disponíveis com mais avanços, a escolha ideal é 16 GB de RAM ou mais para um melhor desempenho.

 

Armazenamento:

Muitas pessoas ficam confusas, mas a memória RAM não tem nada a ver com o número de arquivos e programas que você pode armazenar. Isso é realmente definido pela capacidade de espaço de armazenamento que o dispositivo possui. O armazenamento é dividido em três tipos: HD, SSD e HD híbrido.

 

HD:

HD é uma unidade de disco rígido padrão e a forma mais barata de armazenamento. A escolha do mercado geralmente varia entre 500 GB e 2 TB, mas os mais comuns atualmente são os com HD de 1 TB.

 

Por exemplo, para quem salva arquivos de texto, planilhas, fotos e alguns filmes, isso é mais do que suficiente.

 

SSD:

A vantagem do SSD é que a velocidade de acesso aos arquivos na inicialização do aparelho pode ser até 10 vezes mais rápida, além de ser mais leve e seguro em termos de proteção de arquivos.

 

Pois os arquivos não se danificam facilmente. Mas eles também são mais caros e geralmente têm capacidades menores, como 256 GB ou 480 GB.

 

HD híbrido:

A solução intermediária é armazenar os programas em um HD híbrido que junta a melhor velocidade ao abrir os programas e iniciar o dispositivo. Esse modelo possui uma função de armazenamento híbrido com uma unidade de estado sólido (geralmente 8GB de memória para armazenar o sistema operacional). E discos rígidos de 1 TB ou até 2 TB.

 

Você pode optar também por adquirir componentes separadamente como um HD SSD para melhorar o desempenho do seu note, existem alguns mais avançados com uma porta M.2 adicional, permitindo que você use HD e SSD ao mesmo tempo.

 

Placa de vídeo:

Quem procura um notebook ou computador para jogos provavelmente já sabe que não é o processador e a RAM os únicos fatores importantes, porque o processamento gráfico (ou seja, que tem a capacidade de “leitura” e exibição de imagens) depende da placa de vídeo.

 

Se você não planeja usar programas como editores de imagem ou jogos que sejam mais pesados, pode escolher um modelo que tenha uma placa de vídeo integrada, que pode fazer outras tarefas bem, incluindo streaming de filmes e séries com streaming de alta qualidade. O notebook com placa de vídeo dedicada deve ser selecionado de acordo com o tipo de programa e processamento gráfico necessário.

 

Para editar fotos e vídeos em uma resolução mais baixa e jogar os games mais leves, você pode usar as chamadas placas de vídeo básicas, como é o exemplo da GeForce MX110 e a GeForce MX150.

 

Tarefas que exigem desempenho gráfico superior (por exemplo, edição de vídeos em resoluções mais altas ou jogos pesados de alta qualidade) requerem placas de vídeo mais complexas, como é o caso da Nvidia GeForce 1050 ou a 1050 Ti ou ainda a GeForce GTX 1060 de 2 GB e 4 GB.

 

Agora, se você está lidando com tarefas pesadas, como edição de vídeos 3D complexos ou programas de design que são bastante avançados, é melhor investir em placas de vídeo de última geração, como são a GeForce 1070 e a Nvidia Quadro.

 

Mas é importante ressaltar que esses modelos são muito mais caros e só são adequados para quem precisa de muitos recursos para usar profissionalmente.

 

Tamanho e definição da tela:

Como já mencionamos, quem deseja assistir filmes e séries em um computador de mesa não precisa ter preocupação com placas de vídeo. No entanto, é muito importante prestar atenção ao tamanho e à resolução da tela.

 

A maioria deles tem telas de 14″ ou 15,6″ polegadas e configurações de HD ou Full HD. Como é de se esperar, quanto maior a tela e a resolução, mais envolvente será a visualização em detalhes.

 

Os com tela de 14 polegadas que possuem definição HD são muito bacanas, você pode assistir filmes e séries de streaming, ou rodar games com uma qualidade de imagem consideravelmente boa.

 

Se você quer uma tela um pouco maior, também pode escolher um modelo com resolução HD de 15,6 polegadas, mas não precisa gastar mais dinheiro com qualidade Full HD. Francamente falando, neste caso, quase não há diferença.

 

Este tipo de investimento é mais adequado para pessoas que se dedicam a trabalhos de edição de imagens ou costumam levar os jogos mais a sério.

 

Por isso precisam de uma definição de detalhes mais eficaz, cores e contraste, que estarão mais evidentes nos notes com uma tela de 14 polegadas, 15,6 polegadas ou maiores de definição full HD.

 

Ao escolher o tamanho da tela, você também deve levar em consideração a mobilidade do dispositivo, pois os modelos com telas menores tendem a ser mais leves.

 

Na verdade, se você leva seu aparelho para a faculdade ou o usa com frequência na estrada enquanto viaja, ou no trabalho, pode considerar o uso de alguns modelos com tela máxima de até 13 polegadas.

 

Mas qual é o notebook com melhor custo benefício em 2021?

Escolher um modelo bom e que tenha o melhor custo-benefício pode ser uma atividade bastante complicada, porque mesmo na maioria dos modelos básicos, o preço está bem alto.

 

Marcas como Samsung, Dell, Lenovo e Acer lançaram vários modelos em 2020, e esses aparelhos ainda são boas opções para comprar no início de 2021.

 

Por exemplo, o Lenovo IdeaPad S145, Acer Aspire Nitro 5 e Samsung Book E30 estão entre os melhores em relação ao custo benefício em 2021, porque ainda têm as especificações mais recentes que ainda podem podem durar vários anos.

 

Conclusão:

Como vimos nas especificações acima, saber como escolher um notebook bom e barato com o melhor custo benefício vai depender da sua necessidade de uso, pois não vai adiantar comprar o mais barato se ele não suprir as suas necessidades. Assim como não vai adiantar comprar o mais caro se você não irá usar todas as funcionalidades avançadas.

 

Então antes de decidir, faça uma análise completa de suas necessidades, para que não venha a se arrepender depois ou perder dinheiro com a compra. Para recapitular os pontos mais importantes que você deve levar em conta na hora da escolha para sua compra, segue novamente as dicas:

 

  • Atente-se ao processador;
  • Memória RAM;
  • Capacidade de armazenamento de arquivos e programas;
  • Placa de vídeo;
  • Tamanho e definição da tela.

 

Então é isso, esperamos que nossas dicas tenham sido úteis e tenham te ajudado, e que você consiga dessa forma poder escolher um bom dispositivo para você, seja ele para trabalho, estudo ou lazer 🙂

 

 

Leia também: