• Post category:Web

Aprender como se proteger de ataques DDoS é mais que fundamental, pois um ataque malicioso pode causar vários problemas em seu site que ele poderá ficar tão sobrecarregado que até poderá sair do ar.

Então caso você esteja sofrendo com problemas de lentidão no tempo de carregamento de seu site, os usuários estão tendo dificuldades para acessá-lo em certos momentos.

E essa situação persiste, muitas vezes durando somente alguns minutos, ou então algumas horas, e na pior das situações até mesmo dias. Então saiba que o seu site pode sim estar sofrendo um ataque DDoS.

Justamente por esse motivo resolvemos elaborar esse conteúdo onde você aprenderá o que é DDoS, o que é um ataque DDoS, como eles funcionam, quais são os tipos de ataques, e o mais importante de tudo, como se proteger de ataques DDoS.

ataques ddos

O Que É DDoS?

Antes de você começar a aprender a como se proteger de ataques DDoS, é importante que você saiba o que é DDoS. A sigla DDoS que em português significa mais ou menos Negação Distribuída de Serviço vem do inglês Distributed Denial of Service. Ou ataque de navegação de serviço.

Termologia essa que mostra a natureza coordenada desses tipos de ataques DDoS maliciosos.

O DDoS é uma derivação de DoS (Denial of Service, ou traduzindo – Negação de Serviço), que é um tipo de ataque que por sua vez envolve somente um único atacante. E esse pode ser um único computador, ou um único servidor controlado por apenas um único hacker.

Então podemos dizer que o DDoS é um conjunto de ataques DoS, só que de muitos atacantes, entre servidores e computadores, onde os hackers distribuem e assim coordenam os ataques maliciosos em um alvo na internet. Sobrecarregando assim todo o seu sistema, tirando-o do ar.

o que e um ataque ddos

O Que É Ataque DDoS?

Um ataque do tipo DDoS nada mais é que um ataque malicioso que tem um único objetivo que é sobrecarregar ao máximo um computador ou um servidor até esgotar todos os seus recursos, como recursos de memória e processamento. Até que o alvo fique totalmente indisponível para os usuários que tentarem acessá-lo.

Os ataques DDoS são diferentes dos ataques mais tradicionais, onde os hackers e os agentes maliciosos conseguem infectar computadores com o intuito de danificar os seus arquivos.

Saiba que um ataque DDoS exige planejamento de muitos atacantes para poder ser classificado dessa forma.

Nesse caso, um computador controlado por um indivíduo sem boas intenções então consegue controlar outros vários computadores infectados, que por sua vez redirecionam uma grande rede de ataques simultâneos a um único alvo.





E como resultado disso, é que os servidores do site que sofreu o ataque não suportam a grande demanda de solicitação de acesso, e assim ele saí fora do ar. Ficando totalmente impossibilitado de ser acessado por qualquer visitante.

Um ataque DDoS na grande maioria das vezes é motivado por hackers por algum motivo e objetivo em comum, onde eles fazem de tudo para que o alvo do ataque saia do ar na internet. O que irá prejudicar você de várias formas.

Se os hackers atacantes tiverem sucesso em seu ataque, saiba que os estragos podem sim ser bem grandes, suponhamos que o ataque malicioso tenha ocorrido em uma loja de vendas online. Então serão muitas vendas perdidas. Por isso saber como se proteger de ataques DDoS é importantíssimo.

o que é um ataque de ddos

Como Funciona Um Ataque DDoS?

Já estamos quase lá no tópico onde você aprenderá como se proteger de um ataque DDoS, só abordaremos mais dois assuntos antes, que são eles: como funciona um ataque DDoS e quais são os tipos de ataques.

Então como já mencionado anteriormente um ataque DDoS serve exclusivamente para sobrecarregar todo o sistema e assim conseguir impedir que visitantes consigam acessar algum site ou servidor na internet.

Mas esse é um processo bem mais complexo do que você imagina, pois um ataque DDoS inicia-se quando se cria um fluxo constante e coordenado de requisições (solicitações) falsas para acessar um certo computador ou servidor.

Dessa forma o alvo fica repleto de solicitações falsas, o que acaba que o servidor não dá conta da demanda e saí fora do ar. Claro que entre todas essas solicitações e pedidos também estão as solicitações que são realmente verdadeiras.

Ou seja, de usuários que não possuem intenções maliciosas, e que sim realmente desejam consumir o conteúdo oferecido por determinada página. Mas, que acabam sendo afetados por usuários que tenham segundas intenções.

Executar um ataque DDoS incluirá toda uma grande rede de computadores zumbis, ou botnets como são conhecidos. Esses computadores por sua vez já estão todos infectados por milhares de pragas digitais que você puder imaginar. E servem para gerar muito mais solicitações falsas de acesso à algum alvo.

E os computadores zumbis estão conectados diretamente com 1 ou com vários computadores mestres, onde os mesmo são controlados pelo hacker. Fazendo assim com que todos eles juntos solicitem acesso a um alvo de forma simultânea. O que irá causar todos os problemas que você já sabe.

como funcionam os ataques ddos na internet

Saiba Quais São Os Tipos De Ataques DDoS:

Para você saber melhor como se proteger de ataques DDoS maliciosos, é muito importante também que você conheça quais são os diferentes tipos de ataques que existem.

Ambos tem o mesmo objetivo, que é claro conseguir sobrecarregar os sistemas e servidores até conseguirem tirar seus sites alvo do ar. Mas claro que cada ataque tem uma característica no jeito como eles se formam e também se propagam na internet. São eles os tipos:

Ataques Volumosos Ou Flood:

Esses é o tipo de ataque DDoS mais comum, também é conhecido por Flood, que significa alagamento ou inundação, esses ataques enviam pedidos de acesso a um site em grande escala. O que acaba por congestionar a largura da banda, deixando o mesmo totalmente inacessível na web.




NTP Flood:

O NTP Flood é outro tipo de ataque DDoS onde os invasores conseguem enviar pacotes que são válidos, mas falsos de NTP (Network Time Protocol) para um alvo na internet.

Então como esses pedidos parecem ser verdadeiros, então os servidores NTP da pessoa que está sendo atacada por sua vez continua tentando realizar as respostas para esse grande números de requisições recebidas. Os recursos é claro que se esgotam, até o sistema sair do ar.

UDP Flood:

Esse também é outro tipo de ataque DDoS, o UDP Flood inunda portas de forma aleatória de um alvo na web com pacotes UDP (User Datagram Protocol). Caso você não saiba ele é um protocolo de comunicação, que por sua vez serve pra enviar diversos pacotes cheios de informações, e assim conseguir respostas rapidamente.

E quando um servidor começa a receber uma enxurrada de informações ele precisa continuar a checar sua integridade e responder ela de volta para quem fez o pedido. Assim aos poucos ele irá ficando mais lento, até a sua sobrecarga total e indisposição.

VoIP Flood:

O VoIP Flood já é um tipo de ataque DDoS como uma espécie de variação do UDP Flood, só que ao contrário de atacar portas aleatórias, o hacker atacante envia então um gigantesco e grandioso volume de solicitações falsas. E essas solicitações são originadas de diversos IPs diferentes, que atingem especialmente os protocolos VoIP.

Os servidores atuantes no sistema de comunicação VoIP então recebem esse enorme volume de solicitações, que na verdade são uma combinação de pedidos verdadeiros e falsos. Que sugam os recursos de forma mais rápida, comprometendo assim o acesso.

Enquanto isso o servidor vai em busca de uma solução, que no caso é o seu reinício de forma automática, mas como os pedidos não param de chegar, ele vai ficando lento, até esgotar toda a sua largura de banda.

SYN Flood:

Ataques DDoS tipo do SYN Flood conseguem afetar diretamente todo o processo de comunicação TCP de 3 vias, onde o mesmo inclui um cliente, uma hospedagem e claro um servidor. Esse ataque também é bastante conhecido como: Aperto de mão de três vias.

Então na comunicação TCP, o usuário inicia uma nova sessão de comunicação, gerando por sua vez um pacote SYN. A função da hospedagem nesse caso é estar verificando as sessões, até que as mesmas sejam encerradas pelo contato do usuário com o servidor.

O ataque SYN Food ocorre quando o hacker envia pacotes SYN para a vítima, como um servidor de destino. Mas esses envios de pacotes SYN acontecem a partir de IPs falsos, onde os mesmos podem até ser mascarados durante o processo.

E durante a repetição de todo esse processo, a memória do servidor evidentemente vai entrar em colapso e o sistema vai ficar totalmente inacessível pros usuários.

POD:

O ataque DDoS tipo POD, que também é conhecido como Ping da Morte, é um tipo de ataque que afeta os protocolos de IP. O hacker atacante então enviará a maior quantidade possível de pacotes de dados que os tipos de IPs suportam.

Atuando com solicitações ping com tamanhos enormes de pacotes de IPs, e com uma grande frequência de solicitações alta. Na verdade são milhares de vezes por segundo.

Normalmente um ping tem 64 bytes, ou seja 65B de dados, já o POD possui uma quantidade enorme de pacotes de IP gigantescos, superando facilmente esses limites. O que acaba deixando o alvo totalmente incapaz de processar todos os dados do pacote, e por fim a falha no sistema será inevitável.

Como Se Proteger De Ataques DDoS?

Com toda certeza você deve ter ficado assustado e até mesmo bastante preocupado ao ler todos os tópicos anteriores, e nesse momento provavelmente deve estar querendo de qualquer forma saber como se proteger de ataques DDoS. Afinal de contas se trata do seu site e de seu negócio online.

Mesmo não existindo nenhuma fórmula mágica mirabolante que possa impedir todos os ataques sofridos simultaneamente, existem sim alguns cuidados essenciais que você pode e necessita tomar para conseguir se prevenir de ataques maliciosos.

Então fique atendo as nossas dicas para você conseguir colocar uma verdadeira barreira em seus projetos online, e evitar passar por problemas e dores de cabeça. E por isso nossa dica é para sempre estar preparado para ambos os casos que possam vir a acontecer.

A primeira coisa que você precisa fazer para se proteger de um ataque DDoS é preparar a sua artilharia com soluções de softwares de defesa e equipamentos. Um especialista em TI pode ajudar e muito, pois são esses especialistas que podem auxiliar você com decisões e tomadas de ação para contornar o ataque sofrido, e conseguir normalizar a situação.

Quando você criou o seu site, ou blog, ou algum projeto online, você contratou um serviço de hosting, que é a empresa de hospedagem de sites onde o seu site está hospedado. Então entre em contato com eles com a finalidade de saber como agir.

E aproveite o seu contato para saber qual é a capacidade dos seus servidores e também qual a largura da banda contratada para que você já tenha uma boa noção do que poderá ser feito.

Uma de nossas dicas pra você se proteger de ataques DDoS na internet é fazer o apontamento do seu domínio para os servidores da Cloudflare.

Esse serviço é mais que essencial para proteção de ataques maliciosos. Sem falar que o Cloudflare é uma ótima CDN (Rede de Distribuição de Conteúdo). Que além de proteger vai deixar seu site muito mais rápido.

Serviço indispensável contra qualquer que seja o tipo do ataque DDoS. Pois o Cloudflare vai atuar como se fosse uma espécie de filtro, que irá impedir requisições indevidas usando botnets nos servidores onde o seu website está hospedado. Evitando assim a lentidão e também a sobrecarga.

A rede de servidores do Cloudflare então fará uma filtragem em todos os pedidos de acesso ao servidor de um site, antes mesmo que elas consigam chegar no site.

E ele também funciona como se fosse uma espécie de sistema de cache externo, que vai liberar as páginas e também os conteúdos que já foram carregados em outra ocasião.

Na verdade mesmo, ele nem chega a fazer uma consulta no servidor de destino, o que é ótimo, pois isso resultará em uma boa economia de banda e também de acesso muito mais rápido as informações desejadas.

Utilize Um Firewall Para Gerenciar As Suas Conexões:

Outra forma de fazer a proteção contra ataques DDoS é fazer uso de um Firewall para gerenciar conexões, além do Firewall atuar como uma boa barreira de proteção contra ataques maliciosos. Saiba que um bom Firewall também controla e gerencia todas as solicitações de conexão a um website.

Então nossa recomendação aqui é pra você usar e abusar dessa ferramenta que com toda certeza vai impedir acessos de origem duvidosa e muito volumosos.

Invista Em Largura De Banda:

Essa é uma dica bastante valiosa, e também uma das mais importantes de todas para você se proteger contra qualquer tipo de ataque DDoS, e você precisa colocá-la em prática. Pois essa estratégia pode sim ser o diferencial entre o seu site ficar ou não online.

Caso você não saiba, a largura da banda é a capacidade máxima de transferência de informações e dados que um serviço de hospedagem oferece. Então quando muitos usuários acessam um determinado site ao mesmo tempo, essa banda por sua vez é toda consumida por eles.

Por isso se a largura da banda for muito reduzida, é bem provável que pelo volume de pedidos de acesso, o servidor então sofrerá com sobrecargas ou então simplesmente ficar indisponível. Pois dessa forma haverá muito menos pacotes de dados a disposição.

E é por isso que ter uma grande largura de banda é essencial, mais largura de banda para um servidor significa que ele irá conseguir dar conta da demanda de requisições de acesso. E tudo isso sem correr riscos em atingir um limite da quantidade de tráfego, e acabar sendo prejudicado por isso.

Uma banda bastante robusta pode e vai ajudar a mitigar um ataque DDoS, pois quanto maior a largura da banda, maior o volume de pedidos de acesso ela suportará. Mas caso a memória ou o processador forem atacados, infelizmente não terá muitas opções para se salvar.




Bots De Cadastro:

Como já é de seu saber usar formulários de contato e cadastro, e também as newsletters são ótimas maneiras de capturar leads (e-mail do cliente) em seu negócio online. As pessoas que se costumam se cadastrar nessas listas desejam receber promoções, novidades entre outros.

Mas o site que disponibiliza essa funcionalidade também se torna um alvo para os hackers, e são vulneráveis a ataques DDoS. Assim sendo um hacker atacante instalará um bot na página de contato e cadastro, e dessa forma ele consegue criar uma cadeia de requisições repetitivas.

Esse bot instalado pelo hacker também poderá forçar um acesso restrito de força bruta, usando senhas aleatórias e usuários até conseguir ter o acesso. O que irá acabar gerando muita lentidão na navegação do site, e muita instabilidade no servidor também.

Então uma forma de você se proteger contra ataques DDoS é integrando o seu website a um sistema reCAPTCHA, e ele irá realizar a conferência de quem está realmente acessando o formulário de contato, se é um indivíduo de verdade, e não um robô que foi devidamente programado para simular acessos.

O reCAPTCHA é um recurso bem conhecido onde ele utiliza um sistema que obriga qualquer que seja o usuário visitante clicar em imagens que são mostradas pela ferramenta. E ainda assim é necessário autenticar as imagens mostradas e ainda clicar em um botão para conferência de que o visitante não se trata de um bot.

Vários Servidores De Acesso:

Uma outra maneira muito eficiente de se proteger contra ataques DDoS é dividir as aplicações de seu website em diferentes servidores de acesso. Na verdade o ideal é que cada parte de seu site, como por exemplo os e-mails, o conteúdo, e até mesmo o banco de dados sejam armazenados e também apontados para servidores diferentes.

E você deve fazer isso simplesmente porque se um dos seus serviços parar devido a um ataque, os demais serviços do site não serão afetados em nada, e continuarão funcionando normalmente.

Só pra você entender melhor, vamos supor que o seu serviço de e-mail esteja sofrendo um ataque, mas os seus outros serviços como a sua hospedagem e o seu banco de dados estão alocados em outros servidores. Então eles não serão prejudicados pelo ataque malicioso.

As opções de poder configurar diferentes servidores para cada uma das aplicações são muito comuns em hospedagens tipo VPS ou Compartilhada, e garantem mais opções de proteção anti atack DDoS.

Conclusão:

Como você pode perceber ataques DDoS na internet são muito mais comuns de acontecer do que você imagina. Todos os dias são realizados centenas de milhares de ataques desses tipos mencionados em nossa lista.

O que no fim das contas acaba prejudicando muitos negócios na web, pois comprometem todo o seu funcionamento. E se você tem negócios online, nossa recomendação é que agora que você já sabe como se proteger de ataques DDoS, que você tome medidas de precaução para não sofrer ataques e passar por contratempos indesejáveis.

Então não esqueça proteja-se com softwares para impedir a infecção de pragas digitais em seu pc, profissionais de TI para preparar sua artilharia, e também a boas empresas de hospedagens. Dessa forma estará bem mais seguro.

E é isso, encerramos por aqui, esperamos ter ajudado com esse conteúdo. E não esqueça jamais “proteja seu negócio online”. Grande abraço e sucesso 🙂

 

Continue conosco lendo outro artigo:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.